fragmentos

amores múltiplos

Posted on: fevereiro 26, 2009

amor múltiplo

amores múltiplos

seria leviano, mas muito mais fácil, dizer que enquanto estamos amando, automaticamente são fechadas todas as portas e novas possibilidades para adrentarem e tomarem de assalto nosso coração.

é certo que o amor ocupa espaço físico e tempo dedicado, mas o coração mora em suas infinitudes. e nas simultaneidades anacrônicas. fincando bandeiras  estampadas com relações lindas, num país distante onde não se disfarçam sinceros modos.

amor múltiplo é a brincadeira de despetalar flores só com bem-me-queres. todas bem-queridas. isentas de culpa. não é tentar seguir a razão ou a lógica. amar, no plural ou no singular, é ser fiel ao próprio coração.

ilustração: marina faria
texto: tiago yonamine

verbete da próxima semana: borboletas no estômago.

Anúncios

5 Respostas to "amores múltiplos"

[…] sobre amores múltiplos […]

acho que todo mundo tem um pouquinho de amor múltiplo mas esconde isso. as vezes esconde até por sentir vergonha, se sentir mal de estar amando mais de uma pessoa ao mesmo tempo. vê isso como algo errado. mas que sentimento bom assim, pode ser errado?
eu preciso de amores múltiplos no momento. preciso na verdade de 1 amor só. um mísero amorzinho, oi? hahaha [ mas digo amores múltiplos pq amor, nunca é demais né?] :’]

Ja conhecia o talento da Marina. Tiago foi uma bela surpresa. Sucesso pros 2 é coisa garantida!

Parabéns meninos!

ah, o amor! não existe forma, nem receita, apenas abrir o coração e deixar que ele venha. sem culpa!.

olá! mudamos para: http://www.fragmentos.bz

se quiser comentar nesse post, clique aqui.

abs!

Comentários encerrados.

fragmentos

toda quinta-feira uma ilustração e um texto com interpretações pessoais sobre os fragmentos de um discurso amoroso. de roland barthes.

por marina faria e tiago yonamine
%d blogueiros gostam disto: